Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a24

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

a24

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

Sab | 07.05.16

"Manual de civilidade para meninas"

a24

Não digais. «A minha cona.» Dizei: «O meu coração.»
Não digais: «Tenho vontade de foder.» Dizei: «Sinto-me nervosa.»
Não digais: «Vim-me como uma louca.» Dizei: «Sinto-me um pouco cansada.»
Não digais: «Vou marturbar-me.» Dizei: «Volto já.»
Não digais: «Quando eu tiver pintelhos no cu.» Dizei: «Quando eu for crescida.»
Não digais: «Gosto mais da língua do que da pissa.» Dizei: «Só gosto de prazeres delicados.»
Não digais: «Entre refeições só bebo esporra.» Dizei: «Tenho uma dieta especial.»
Não digais: «Os romances honestos chateiam-me.» Dizei: «Gostaria de algo interessante para ler.»
Não digais: «Ela vem-se como uma égua a mijar.» Dizei: «É uma exaltada.»
Não digais: «Quando se lhe mostra uma pissa, fica logo zangada.» Dizei «É uma original.»
Não digais: «É uma rapariga que se masturba até desfalecer.» Dizei: «É uma sentimental.»
Não digais: «É a maior puta da terra.» Dizei: «É a melhor menina do mundo.»
Não digais: «Vi-a foder pelos dois lados.» Dizei: «É uma eclética.»
Não digais: «Deixa-se enrabar por todos quanto lhe façam minete.» Dizei: «É um pouco namoradeira»
Não digais: «A pissa dele é grande demais para a minha boca.» Dizei: «Sinto-me uma criança, quando falo com ele.»
Não digais: «É uma fressureira endiabrada.» Dizei: «Não é nada namoradeira.»
Evitai comparações temerárias. Não digais: «Dura como uma pissa, redondo como um colhão, molhado como a minha racha, salgado como a esporra, não maior que o meu botãozinho», e outras expressões que não são admitidas pelo dicionário da Academia.”
-Pierre Louys,